domingo, 27 de setembro de 2009

Prossegue a greve dos professores em Cataguases

Prefeito engaveta plano de carreira

Os professores da rede municipal de Cataguases encontram-se em greve desde o dia 09 de setembro. Eles querem que a prefeitura faça valer o seu Plano de Carreira, que contempla todas as reivindicações da categoria. Segundo os grevistas, o documento está engavetado pelo prefeito Willian Lobo desde maio deste ano, quando foi assinada ata onde ele se comprometia a enviar o documento à Câmara até o dia 30 de junho. Numa nova promessa, Willian Lobo transferiu a data de envio do documento à Câmara para dezembro deste ano. Os professores não querem esperar até o final do ano para terem seus salários enquadrados dentro do piso determinado pelo governo federal.

O piso salarial dos professores de Cataguases é o menor do Estado de Minas Gerais. No ensino infantil, da 1ª à 5ª série, um professor sem curso superior recebe R$ 423,78 e, com curso superior, R$ 470,38.

Das 36 escolas municipais de Cataguases, 65% já aderiram à greve dos professores.

Os professores reclamam que o prefeito Willian Lobo ainda não acenou com qualquer possibilidade de diálogo com o sindicato e a categoria.

Nenhum comentário: