terça-feira, 29 de junho de 2010

Aumento dos Trabalhadores da Educação foi votado na Assembleia Legislativa


Ontem, 28/06, foi votado em segundo turno na Assembleia Legislativa de Minas Gerais o projeto de lei que concede aumento aos Trabalhadores da Educação e dá nova estruturação às carreiras. Segundo o SindUTE ( Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais);

Várias ações antecederam as votações em 1º e 2º turnos, coordenadas pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE/MG). A coordenadora geral do Sindicato, Beatriz Cerqueira afirma que o Sindicato vai estudar como ficou o projeto na íntegra e que a categoria continua mobilizada. “A união é nossa força e por isso conseguimos garantir dois dos cinco pontos defendidos pela categoria”, explica.

São eles:

1) Inclusão do mecanismo de reajuste definido na Lei Federal nº 11.738/08, que é baseado no custo aluno qualidade. Neste caso, fica garantida a definição clara de periodicidade e instrumento de reajuste e/ou atualização dos valores constantes nas tabelas salariais, evitando assim novo congelamento salarial.

2) Antecipação da vigência do subsídio. O projeto original estabelecia que os valores seriam aplicados em 1º de março de 2011, o que não interessa à categoria. Segundo o deputado Mauri Torres, líder do Governo no Legislativo Mineiro, isso será modificado de forma que a vigência seja 1º de janeiro do próximo ano.

A direção irá analisar a redação final do Projeto, fará suas considerações e vai repassar informes para toda a categoria.

Querendo ou não, o governo e os deputados governistas tiveram que ceder em dois pontos importantes do Projeto. Por outro lado é importante destacar que, apesar de não ser o que queríamos, não deixa de ser uma vitória do Movimento dos Trabalhadores da Educação.

Foto: Deputado governista sendo pressionado por professores nos corredores da Assembleia Legislativa dia 23/06/2010

2 comentários:

Anônimo disse...

nesta mudança absurda que está acontecendo na vida funcional do servidores publicos da educação tenho minha consciência limpa, pois participei ativamente da luta. Estive em bh várias vezes com o sind ute lutando pra conservar e melhorar a dignidade de nós, servidores,desprotegidos pelo poder publico estadual . Lamento profundamente tantos colegas alienados da nossa reliadade.

Elisabete disse...

Sandro,
Apesar de tudo estamos aprendendo a lutar... temos que nos manter unidos sempre.