sexta-feira, 17 de junho de 2011

Assembleia dos Trabalhadores da Educação decide pela continuidade da greve.

Em Assembleia realizada ontem, no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, os Trabalhadores da Educação de Minas Gerais decidiram pela continuidade da greve que já dura 08 dias. Um calendário de atividades foi aprovado e outras deliberações foram encaminhadas. Depois de informes realizados pela Coordenara Geral do Sind-UTE/MG, Beatriz Cerqueira. Com a presença de Milhares de Educadores a Assembleia terminou com uma caminhada em defesa da implementação do Piso salarial Nacional da Educação.








Com essa grande manifestação de força e união dos companheiros o Sind-UTE busca pressionar o governo para que pague os R$ 1597,87 para trabalhadores em nível médio e jornada de 24 horas semanais. Com palavras de ordem e chavões contra o governo e sua política de remuneração os trabalhadores da educação mais uma vez estão nas ruas demonsrtrando toda sua indignação.

Sendo assim, Chamamos os companheiros que ainda estão em salas de auala a conversarem com seus colegas sobre a realidade das carreiras na educação. O subsídio não atende a categoria e a cada dia que passa direitos de servidores são tirados. A hora essa, o Piso é lei federal e o governo tem de cumprir. Nossa priincipal estratégia de luta e a união na diversidade. Juntos somos fortes e fortes vamos conquistar a vitória.

Nenhum comentário: