terça-feira, 28 de junho de 2011

Secretaria Estadual de Educação tem muito papo e pouca ação.

É essa a impressão que tenho da Secretaria Estadual de Educação Ana Lúcia Gazzola. Suas declarações não passam de falácias ao comparar o subsídio com Piso Salarial Nacional da Educação. A política remuneratória adotada pelo governo de Minas   na área da Educação empobrece a categoria e não garante uma aposentadoria com dignidade para o servidor.

O subsídio não é Piso é teto. Ao ser implementado  de forma impositiva e sem o consentimento da categoria,  incorporou todas as vantagens conquistadas pelos  servidores ao logo de suas carreiras,  configurando como remuneração máxima a ser recebida em início de carreira.  O subsídio   não valoriza o tempo de serviço do trabalhador e prejudicou milhares de servidores antigos.

Portanto Minas não paga o PISO !

SUBSÍDIO NÃO É PISO É TETO ! 

Nenhum comentário: