quarta-feira, 27 de julho de 2011

CONTINUAMOS NA LUTA PELO PISO SALARIAL NACIONAL

Com o fim do recesso escolar as atividades de mobilização da categoria voLtarão com toda força. É importante destacar que a Greve continua por tempo indeterminado  com assembleia marcada para 04 de agosto. Aos companheiros que estão na luta , força. Para aqueles companheiros que ainda não estão, coragem. Venham lutar por sua carreira! Precisamos da categoria unida nesse momento importante para a educação de Minas Gerais. O governador se recusa conversar com as lideranças do movimento.  Nossos alunos estão ficando sem aulas e a responsabilidade é exclusivamente do Sr. Anastasia, um professor.

Com o reconhecimento da constitucionalidade da Lei do Piso da Educação o governo se coloca contrário ao cumprimento dos preceitos legais contidos no texto. Os Trabalhadores da Educação precisam pressionar com toda força e estratégias disponíveis. Precisamos fazer o governo pagar o Piso Salarial Nacional da Educação por questão de valorização salarial e resgate  de dignidade. Não podemos ficar inertes companheiros,  nossa melhor opção  de conquistas é participar dessa Greve que se tornou o único meio de pressão popular.


Sendo assim, o Sind-UTE conclama  os servidores da educação a paralisarem totalmente as atividades,  a partir de 01 de agosto, como forma de mostrar que a educação merece respeito. O Governo não cumpri a lei e não negocia com a categoria. O impasse é de responsabilidade do governador e pedimos o apoio e compreensão da população para nossa causa. 


Não se pode admitir um Piso Salarial de 369,00 para professores de nível médio. Pois esse é o valor que coloca Minas Gerais como o Pior Salário da Educação no Brasil. Isso é motivo de revolta e para isso vamos mostrar nossas indignações não voltando para a escola. Como  dizem as palavras de ordem proferidas no calor da luta..." Professor na Rua... Anastasia a culpa é sua ..."

Nenhum comentário: