sábado, 16 de julho de 2011

A GREVE CONTINUA

Chegou o recesso escolar e as escolas paralisam suas atividades. Apesar do recesso de julho,  os Trabalhadores da Educação continuam sua luta pela melhoria das condições salariais. Muita coisa acontece no campo macro desse movimento, manifestações,  assembleias, reuniões pipocam por todos estado de Minas Gerais. Em Muriaé,  estamos com a corajosa  participação da Escola Olavo Tostes e a Engenheiro Orlando Flores parcialmente. Destaco a Cel. Francisco Gama  de laranjal  que está 100% de greve desde o início do movimento grevista.  As visitas nas escolas pelo comando de greve  continuam e nossos sites, noticiam a greve me tempo real, com postagens de vídeos e fotos que demonstram a radicalização do movimento.

Recentemente os Trabalhadores da Educação foram tratados com truculência e spray de pimenta. O governo usa do aparato militar para reprimir as manifestações sem se importar com as reivindicações da categoria. Com tudo que vem ocorrendo e com o apoio do bloco Minas sem Censura, da Assembleia legislativa foram abertas negociações entre os educadores e o governo.

A recomendação é permanecer em greve pressionando o governo para que atenda a categoria. Mais  ações de impacto devem ser implementadas,  dentre elas,  o não retorno para a escola após o fim do recesso escolar. Pode-se dizer que o mês de julho será um divisor de águas nas relações do servidor com o governador. Quem estava no movimento continua firme e quem não estava  está na hora de aderir. somente com a união da categoria que as conquistas acontecerão.

Então,  a estrategia é não voltar para a escola em agosto . É preciso pressionar o governo para que atenda as demandas da categoria. Vamos juntos unidos com a nossa força pela educação! 

Nenhum comentário: