sexta-feira, 8 de julho de 2011

TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO EM GREVE DÃO SEU RECADO AO GOVERNADOR


Em uma solenidade marcada pela presença dos Trabalhadores da Educação em Greve,  o Governador Anastasia fez seu discurso debaixo de apitos e  palavras de ordem propagadas pelos manifestantes que cobram do governador o cumprimento da Lei Federal que institui o Piso salarial Nacional. Em Minas Gerais o Piso Salarial pago a um professor de nível médio é de R$ 369,00,  contra os R$ 1597,87  exigidos pela categoria.

As manifestações de hoje fazem parte da estrategia do Sindicato de caçar o governador onde quer que ele vá. A determinação dos Trabalhadores da Educação é não dar sossego ao governador exigindo dele abertura de negociações com a categoria e o pagamento do Piso Salarial Nacional. As atividades estão acontecendo em todo o estado e o governador não está tendo sossego para fazer suas inaugurações ou articulações políticas.

Em Muriaé, foi realizado um apitaçõ durante a inauguração da Biblioteca Municipal e enquanto discursava era chamado de "governador fora da lei", o que não nenhuma mentira ou ofensa e sim a verdadeira realidade, já que ele se recusa a cumprir uma lei federal aprovada e sancionada pelo Congresso Nacional. Essa mesma lei que foi considerada constitucional pelo Supremo Tribunal de Justiça.

Após a inauguração da Biblioteca Municipal os Trabalhadores da Educação sairam em caminhada,  cantando e panfletando pela cidade em direção a casa do prefeito, onde seria servido o almoço ao governador. Durante essa caminhada os manifestantes usaram  um carro de som e  megafones para denunciar em alto e bom tom que a Educação de Minas é desrespeitada pelo governador Anastasia.

Participar dessas manifestações é vivenciar a cidadania em sua plenitude lutando sempre pela dignidade da pessoa humana, Valeu Trabalhadores da Educação vocês demonstraram coragem e ousadia. Com essa determinação e disposição  vamos com certeza , alcançar a vitória. 

Ousar lutar é um ato de liberdade...








Nenhum comentário: