quinta-feira, 15 de setembro de 2011

PRÓ CULTURA RECEBE CERTIFICADO DE INSCRIÇÃO EM CONSELHO MUNICIPAL DE DEFESA DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE MURIAÉ

É com muita satisfação que comunicamos a renovação da inscrição do Movimento Pró Cultura no CMDCA- Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes de Muriaé. Tal inscrição é importante porque agrega valor a entidade e a credência a participar da chamada pública para apresentação de projetos junto ao edital do FIA que será aberto em breve.

Com essa inscrição que se soma a outros documentos importantes o Movimento pró Cultura se firma como entidade cultural, assistencial  e de defesa de direitos humanos básicos. Desde sua fundação há 10 anos atrás, a entidade vêm desenvolvendo diversos projetos com a população do Aeroporto e redondezas. Dentre seus principais projetos destacamos: Biblioteca Comunitária com acesso a pesquisas digitais, Bloco do Papagaio, Projeto Ponto de Cultura e a manutenção do Centro Comunitário do Aeroporto.

4 comentários:

JOSÉ ANACLETO DE FARIA disse...

Por gentileza, onde se encontra divulgada a lei que criou o CMDCA, o decreto que nomeou o seus conseheiros, o seu regimento interno, as atas de suas reuniões, o seu programa de trabalho, os seus relatórios de prestação de contas, etc.

Sandro Carrizo disse...

Diga aí Anacleto,

Saudações do front !

Obrigado pelos seus questionamentos, não sei se tenho condições de responder a tudo mas vamos lá.

Existem cópias dos decretos, regimentos e leis na Câmara legislativa e também na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. O CMDCA possui uma secretaria executiva que cuida da documentação desse e outros conselhos. As atas estão no livro de atas que fica na SMDS. Quanto a prestação de contas ela deve ocorrer na realização da conferencia da criança e adolescente que se dará no mês de outubro. OCMDCA gerencia a liberação de recursos do FIA por meio de edital e atende às entidades cadastradas conforme exige a legislação. Existe uma conta bancária e vários programasa e projetos sendo desenvolvidos
acho que é mais ou menos isso. Tá certo que o CMDCA precisa dinamizar sua atuação e apesar de todas dificuldades vêm cumprindo sua missão. Outra questão interessante é que, por ser um dos únicos conselhos que possui fundo financeiro é mais visado que os demais. Fazemos parte desse conselho e buscamos contribuir exercendo nossos objetivos institucionais.

Espero ter contribuido.

Um abraço

Sandro

JOSÉ ANACLETO DE FARIA disse...

Meu caro Sandro,
Conte sempre com minha admiração por sua incansável luta!
Mas, em tempos de blogs, sites, facebooks, etc. todas as informações de todos os conselhos deveriam estar disponíveis na internet, em tempo real, à semelhança do que deveriam fazer as prefeituras, conforme determinam a LC nº 101/00 (art. 48 e seus desdobramentos) e a CF/88 (art. 37).
A propósito, creio que os sites ou blogs dos conselhos municipais deveriam ser padronizados, a fim de facilitar a consulta pelos cidadãos. Por que não seguir o exemplo do COMJUV e aperfeiçoar a divulgação?
Como educador você sabe que poucas pessoas se interessam pelos negócios públicos, mesmo que as informações lhes sejam colocadas no colo!
Por favor, abra os arquivos, afinal estamos nos dias da 1ª CONFERÊNCIA NACIONAL SOBRE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE SOCIAL.
Abraços,
Anacleto

Sandro Carrizo disse...

Caríssimo Anacleto,

concordo com vc sobre a importancia de divulgar os trabalhos dos Conselhos. Na Próxima reunião do CMDCA estarei apresentando a proposta de implementar um blog assim como o do Conjuv. Também defendo a realização da 1ªCONFERÊNCIA NACIONAL SOBRE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE SOCIAL. Aqui em Muriaé as entidades poderiam realizar independente da PMM. Mas se a prefeitura qparticipar será melhor ainda. Conte conosco na mobilização e articulação para essa Conferencia...abraços

Sandro