quarta-feira, 19 de outubro de 2011

CARTA COMPROMISSO DO CURSO DE FÉRIAS 2011


Envolvidos e inspirados por todas estas manifestações de arte, cultura e esperança, saudamos a todas e todos com imensa alegria e satisfação. Nós, os 81 participantes de Curso de Férias de 2011, reunidos em Muriaé – MG, nos dias 14, 15 e 16 de outubro de 2011, nas dependências do CEPASP (Centro Pastoral São Paulo), ficamos felizes em poder levar a todos os irmãos e irmãs de nossas comunidades, movimentos, pastorais e organizações sociais, as Boas Novas de um projeto, em mutirão, de uma Educação para a Justiça, a solidariedade e a paz, embasada em uma construção coletiva do saber e fortalecida pela arte e ecumenismo.

Durante estes dias, refletimos sobre o tema “Arte e Educação: uma construção coletiva do saber”, iluminados e iluminadas pelas palestras e experiências vividas, e conseguimos voltar às nossas origens com a esperança e incentivo para construir juntos uma Educação que sonhamos e queremos.

Diante de tudo o que vimos, ouvimos e sentimos, assumimos e convidamos todos os companheiros e companheiras de caminhada, em nossas comunidades, movimentos, pastorais e organizações sociais a assumirem conosco os seguintes compromissos:

ü ------ Levar para as escolas as experiências e aprendizados produzidos e aprendidos nas oficinas, palestras, como meio de instrução e conscientização;
ü ----Usar as redes sociais para divulgar e conscientizar todos os que alcançarmos, levando os conhecimentos técnicos- práticos aprendidos nesses dias;
ü  ---Introduzir novos hábitos, aprendidos no Curso de Férias 2011, na vida individual, familiar e comunitária;
ü  ---Divulgar e apresentar o IFOP e seus projetos e trabalhos nas comunidades e redes sociais, mobilizando mais pessoas para conhecerem os trabalhos propostos e construídos em mutirão;
ü  ---Ser um “Educador – transformador”, assumindo o dever de cuidar do outro e do mundo em que vivemos, e de transformar o indivíduo e a sociedade a partir de nossas realidades;
ü  ----Ser participativo, incentivador, responsável e colaborador, para conhecermos nossos direitos e deveres e podermos lutar por eles;
ü ----Fazer das práticas religiosas uma experiência de vida e fé, respeitando a diversidade e diferenças como forma de louvar nosso deus que é “plural”;
ü  ----Mobilizar a comunidade quanto ao aparecimento de expressões artísticas, usando a arte como instrumento transformador;
ü  ---Usar a arte como caminho para o resgate da história de cada pessoa, e também para o resgate individual, visando à transformação individual e coletiva;
ü  ---Persistir nos trabalhos e projetos existentes e/ ou criados a partir das experiências vividas no Curso de Férias, acreditando no poder de transformação da Arte e Educação.

Que a Força que vem do nosso Deus plural, possa acender a chama da busca da justiça, solidariedade e paz. E que a fé no potencial de transformação que possuímos nos impulsione no cuidado com o outro e a outra, nosso “próximo”, como Jesus nos pediu.
Amém! Axé! Awere!

Nenhum comentário: