segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

ENTREVISTA COM A COORDENADORA PEDAGÓGICA DO PONTO DE CULTURA

Reproduzimos aqui a entrevista concedida por Marlúcia Cristina de Lima Magalhães ao Informativo " Fala Papagaio". Ela é uma das fundadoras do Movimento Pró Cultura e atua voluntariamente nos projetos da instituição desde sua fundação.

Marlúcia Cristina de Lima Magalhães
1-Como e porque surgiu o Movimento Pró Cultura no bairro Aeroporto de Muriaé?

O Movimento Pró Cultura surgiu a partir do desejo de um Grupo de Jovens da Pastoral da Juventude que se chamava JUBONC – Jovens Unidos na BoaNova de Cristo de fazer algo concreto pela comunidade onde estava inserido. Inspirados pela Campanha  da Fraternidade de 1998, que teve como tema a “ Educação” foi iniciado um Trabalho social de incentivo a leitura que inicialmente se chamou “Projeto Caixa Estante” Esse trabalho deu origem á Biblioteca Comunitária que evoluiu para o registro institucional do Movimento Pró Cultura

2-Há quanto tempo acompanha os trabalhos do Movimento Pró Cultura no bairro Aeroporto e porque faz isso?

Tenho a alegria de estar nesse Projeto desde o início, ou seja, mais ou menos uns 10 (dez)anos.Acredito que se temos uma vida para viver é porque temos uma missão nesse mundo. Minha missãoé ser educadora. Sei que nem sempre consigo realiza-la da maneira que gostaria, mas quero ser educadora enquanto eu viver e em todos os lugares em que eu me encontre. O Trabalho junto ao Movimento Pró Cultura é muito mais que um trabalho voluntário. É parte essencial em minha existência...

3-Quais foram os principais avanços alcançados pela instituição desde sua fundação?

Considero como avanços a aprovação de vários projetos junto ao poder público, o que permitiu avançarmos na profissionalização de nossos trabalhos. Hoje temos monitores remunerados, equipamentos de boa qualidade para as oficinas, temos lanche para os participantes das oficinas, fornecemos uniforme e temos um espaço físico para trabalhar com autonomia.

4-Quais foram as principais dificuldades enfrentadas pelo Movimento Pró Cultura? O que foi feito para superá-las?

Lembro-me bem como era difícil, no início, recursos para pagar o aluguel do Centro Comunitário.Era preciso sair de porta em porta recolhendo doações ou fazer eventos para arrecadação de fundos para custearem nossas despesas. No momento em que passamos a elaborar e aprovar projetos , descobrimos uma forma viável de sustentabilidade para o Centro Comunitário, que ainda não é o ideal, mas é o espaço que temos.

5-Apresente o principal ponto forte dos trabalhos desenvolvidos pelo Movimento Pró Cultura no Bairro Aeroporto.

Hoje penso que o Ponto Forte de nosso trabalho é a felicidade. Fazer felizes nossas crianças e adolescentes nos faz felizes também. Oferecer oportunidades de desenvolvimento Cultural para nossa comunidade e colaborar para que os moradores do bairro Aeroporto tenham orgulho do lugar onde moram é uma grande realização para nós.

6-Como é a relação do Movimento Pró Cultura com o Poder Público em geral?

Graças ao nosso presidente, Sandro Carrizo, temos um bom relacionamento com o poder público.Sabemos que é graças a esse relacionamento que avançamos e trouxemos benefícios para nossa Comunidade. Temos uma boa relação sem contudo, abrir mão da autonomia e defesa dos direitos .

7- Como é a relação do Movimento Pró Cultura com a comunidade do bairro Aeroporto em Geral?

A Comunidade Santo Antônio foi a primeira a nos apoiar em nossas atividades. Com ela, conseguimos motivação para atuação e ganhamos um terreno para construção da Biblioteca. Com a Associação de Moradores temos uma longa e frutífera parceria na manutenção do Centro Comunitário. Temos ainda, boas relações com o CRAS/ AEROPORTO, PROJOVEM, Procriança e Escola Municipal Stella Fidelles. Todas essas instituições são parceiras e o povo do bairro nossos maiores incentivadores.

8-Quais são os projetos desenvolvidos pelo Movimento Pró Cultura na atualidade ?

Temos o Projeto Ponto de Cultura com as oficinas de audiovisual, dança, percussão, teatro e serviços de Biblioteca Comunitária. Temos o Projeto Bloco do Papagaio que envolve todo bairro em seus desfiles . Somos parceiros do IFOP- Instituto de Formação Popular na realização do curso de Férias. Além disso, exercemos o controle social participando de conselhos e conferências cumprindo nossa missão institucional contida em nosso estatuto social.

9-Qual a importância dos trabalhos desenvolvidos pelo Movimento Pró Cultura para as crianças e adolescentes da comunidade onde está inserida entidade?

O Movimento Pró Cultura Oferece oportunidades para nossas crianças e adolescentes. A biblioteca éum espaço de acolhimento onde as crianças podem fazer suas tarefas de escola, ler , brincar, é lugar para se sentirem seguras e amadas.

10-Gostaria de deixar alguma mensagem aos nossos leitores, que são na maioria, moradores do Aeroporto?

Gostaria de dizer que tenho muito orgulho de ter nascido e crescido no bairro Aeroporto. É muito bom viver em um lugar onde as pessoas se conhecem e cuidam uma das outras, onde o vizinho é o parente mais próximo. Gostaria de agradecer o carinho e o apoio de cada um e desejar que tenhamos um Santo Natal e um ano de 2012, abençoado por Deus...

Nenhum comentário: