domingo, 20 de janeiro de 2013

MURIAÉ FOI SEDE DO ENCONTRO DE AFICCIONADOS PELA CULTURA JAPONESA






Muriaé foi o palco de  um encontro de aficcionados pela cultura japonesa. O evento foi realizado no sábado (19),  no CEM, localizado próximo a Ponte do rio Muriaé, no Centro da cidade, O encontro  teve como objetivo reunir  aqueles que gostam e admiram as produções de  animes, séries e video-games. A entrada foi um quilo de alimento para que  será doado a uma Instituição Beneficente de Muriaé.

 No evento,  teve exibição de Anime,  ---- que são literalmente "desenho(s) animado(s)" é qualqueranimação produzida no Japão. A palavra anime tem significados diferentes para os japoneses e para os ocidentais. Para os japoneses, anime é tudo o que seja animação, seja ele estrangeiro ou nacional. Para os ocidentais, anime é toda a animação que venha do Japão. A origem da palavra é controversa, podendo vir da palavra inglesa animation ("animação") ou da palavra francesa animée ("animado")


 O evento contou com  uma sala com video game, onde os participantes puderam se divertir com jogos de dança, e de aventuras. Também teve uma sala com mesas de RPG, onde aqueles que ainda não conheciam,  puderam ter a oportunidade de aprender o que é, e como consiste uma aventura proporcionada pelo jogo, que é sucesso em todo mundo, Contou também com  uma sala com jogos de tabuleiro e jogos de cartas.

 Ao final, foram sorteados brindes para os participantes que contribuíriam  com a doação de  1 kg de alimento para ajudar aos necessitados assistidos por entidades de Muriaé. Segundo minha filha, Juliana Carrizo, que participou do evento : " Foi uma tarde sadia, divertida, com pessoas inteligentes  de Muriaé e cidades vizinhas. Agora,  os organizadores planejam fazer um grande evento em breve unindo toda a região ".

 Também  foi servido um delicioso Yakisoba, comida típica japonesa, uma sensação especial no encontro. O evento foi organizado por Adrian Fernandes Marques; o local foi conseguido por Abner Fontoura Corrêa.

2 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom Sandro!! Parabéns por compartilhar a cultura dos jovens de muriaé!

Anônimo disse...

Sem contar que não haviam bebidas alcoólicas e nada do tipo!