domingo, 8 de março de 2015

PASTORAIS SOCIAIS REALIZAM ENCONTRO EM LEOPOLDINA








Lideranças de várias cidades que atuam nas Pastorais Sociais da Diocese de Leopoldina estiveram reunidos na Cúria Diocelena para realizar reflexões e estudos sobre a doutrina social da igreja. Com a presença de Dom José Eudes o encontro transcorreu de forma dinâmica e participativa onde cada um apresentou suas realidades locais. As cidades de Muriaé, Pirapetinga, Ubá, Dona Euzébia, Cataguases, Além paraíba e Leopoldina estiveram representadas por agentes pastorais.

Com  a coordenação de Frei Gilberto, que é também coordenador da Fraternidade Franciscana, de Belisário, o encontro iniciou-se com uma mítica espiritual fundada em leituras bíblicas e reflexões introspectivas. As apresentações dos participantes se deu por meio de dinâmica onde cada participante falou seu nome, cidade de onde vem e o que mais quisesse dizer.

 Os trabalhos de grupo ocorreram com muita debates e reflexões sobre o trabalho social desenvolvido pela igreja no âmbito geográfico da Diocese de Leopoldina. Muitos são os problemas elencados pelos participantes. Violência, exterminio de jovens, degradação ambiental, desembrego, drogas no campo e cidades, pobreza extrema  são notícias nas páginas policiais em todas as cidades presentes e grandes desafios para as pastorais sociais da Diocese de Leopodina.

Apesar de toda problemática que nos atinge também foram identificados trabalhos que estão fazendo a diferença para muita gente. Projetos sociais, Associação de catadores de materiais recicláveis, programas de capacitação, comunidades terapeuticas são algumas das ações pastorais que enfrentam os problemas que afligem nosso povo. Nos estudos da Doutrina Social da Igreja Católica Apostólica Romana pudemos perceber o quanto é importante os trabalhos realizado.".Eu tive pão e tu me destes de comer...

Outro ponto que merece destaque foi a decisão de reativar a Escola de Fé e Política da Diocese de Leopoldina. Trata-se de um meio importante para a formação do leigo que é engajado na vida político partidária de suas comunidades. Não se pode ignorar a importância da política em nossas vidas e também não podemos deixar que nossa fé seja relegada a segundo plano. Homens de bem precisam participar em um processional enovação emergente ...Dentro da perspectiva educacional que se cria a Reforma Política se torna objeto de estudos e ação social .

Nenhum comentário: