quinta-feira, 7 de setembro de 2017

A criminalização da política e políticos


            Quem luta Educa em Muriaé. O encontro ocorreu na Escola Estadual Desembargador Canêdo e contou com a presença de movimentos sociais , grêmios estudantis, ongs, pastorais sociais e sindicatos que se uniram em torno de unificar as lutas em comum. 

Recentemente participei, representando o Movimento Pró Cultura, da plenária de instauração do coletivo
            Tive a oportunidade de fazer o uso da palavra e, em minha fala,  fiz uma exposição da preocupação com o crescente processo de criminalização da política e políticos. O processo está em curso e a população,  começa a enxergar nos políticos, de uma forma geral, verdadeiros bandidos. A política é vista como um meio  sujo, criminoso e dispendioso,  é vista negativamente pela maioria dos brasileiros e isso é muito ruim já que, afasta as pessoas de bem. 
            Se a atividade política não atrai novas lideranças e pessoas de bem prevalecerá o domínio dos ditos ' políticos profissionais", representantes de empresas, seguimentos religiosos, grupos familiares. É urgente o retorno de cursos e oficinas de formação política para a juventude que está ai nas redes sociais dedilhando seus celulares a mil por hora.  Que o Coletivo "Quem Luta Educa" tenha vida longa e que sua missão seja cumprida e que suas fileiras estejam sempre oxigenadas com sangue novo. Não podemos deixar de participar desse momento histórico do Brasil. Sejamos protagonistas da construção de um mundo melhor para todos. 

Nenhum comentário: